fbpx

Coronavírus – O que precisamos saber?

Os coronavírus (CoV) são uma família viral conhecidos desde meados dos anos 60, que causam infecções respiratórias em seres humanos e animais. Geralmente as doenças de cunho respiratório causados pelo coronavírus são de grau leve a moderado, semelhantes a um resfriado comum. O chamado novo coronavírus (SARS-Cov 2) causa a doença denominada Covid-19, que teve início no fim de 2019 na China, sendo a cidade Wuhan como o epicentro da pandemia.

Os sintomas:

Entre os sintomas causados pelo Covid-19 estão, febre, cansaço e tosse seca. Alguns pacientes apresentam dores, congestão nasal, coriza, tosse mais carregada e diarreia. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), 1 em cada 6 pacientes pode ter o quadro agravado, apresentando dificuldades respiratórias severas. Porém o infectado pelo vírus pode ser também assintomático, ou seja, não apresenta sintomas. Segundo o Ministério da Saúde os pacientes mais jovens são os mais passíveis de não apresentar sinais da doença.

Período de incubação do vírus:

De acordo com a OMS, a estimativa para o período de incubação do vírus é de 1 a 14 dias, ou seja, ele teria esse tempo para se manifestar. Porém o mais comum é que o infectado de sinais de que está com o Covid-19 por volta de 5 dias. Entretanto existem aqueles que não manifestam nenhum sintoma.

Grupos de risco:

Os públicos mais vulneráveis do novo coronavírus são os idosos e as pessoas com algum tipo de doença crônica, como a diabetes, pressão alta ou doenças cardiovasculares.

Transmissão:

O contágio ocorre a partir de pessoas já infectadas, uma vez que a doença pode se espalhar desde que alguém esteja a menos de 2 metros de distância de algum contaminado pela doença. Já a transmissão pode ocorrer por gotículas de saliva, espirro, tosse ou catarro de alguém infectado e que podem ser repassados por toque em superfícies ou objetos contaminados, ou até mesmo pelo aperto de mão na hora de um cumprimento.

Medidas Preventivas:

De acordo com o Ministério da Saúde, não há medicamentos, substâncias, vitaminas, alimentos específicos ou vacinas que possam prevenir a infecção pelo Covid-19, assim indicando algumas medidas para a prevenção, como por exemplo:

  • Lavar as mãos com frequência com água e sabonete por pelo menos 20 segundos;
  • Outra opção para a profilaxia para as mãos é o uso de desinfetantes para as mãos à base de álcool, quando não for possível lava-las da maneira correta;
  • Evitar tocar em olhos, nariz e boca antes de lavar as mãos;
  • Evitar o contato com próximo com pessoas doentes;
  • Ficar em casa quando estiver doente;
  • Cobrir boca ou nariz com um lenço ou braços (caso não de para usar o anterior) ao tossir ou espirrar;
  • Não compartilhar copos, talheres e objetos de uso pessoal;
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência;
  • Manter os ambientes bem ventilados e higienizados;
  • Evitar aglomerações de pessoas, principalmente em lugares fechados como, por exemplo, shows, teatros, cinemas, dentre outros;
  • Utilizar transporte público em caso de extrema necessidade;
  • Fazer trabalho home office se possível, e se sua empresa permitir;
  • Fazer uso do álcool gel 70% e de máscara caso apresente os sintomas ou se terá contato com alguém com suspeita;
  • Sair de casa somente quando for necessário
Quando procurar ajuda médica?

Pessoas que apresentarem os sintomas da doença devem procurar orientação médica nos postos de saúde. A partir do relato do paciente o médico decidirá se é necessário ou não realizar o teste para Covid-19. Entretanto a recomendação das autoridades sanitárias é que sejam testados apenas os pacientes com sintomas respiratórios e/ou que tenham tido contato com algum infectado, ou que tenham viajado recentemente para uma região onde há transmissão da doença. O exame só pode ser feito com a solicitação de um médico, e é feito em hospitais públicos e privados, sendo o resultado confirmado por laboratórios de referência no Brasil.

Existe tratamento?

Segundo a OMS, em 80% dos casos o paciente se recupera sem necessitar de um tratamento específico. No momento não há nenhuma medicação que elimine o vírus, no entanto há meios para mitigar o avanço da doença e diminuir o desconforto causado por ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com