IV FELELI trará, dentre as 40 atrações, atividades voltadas para os estudantes de Bauru

Para participar, produção do Festival solicita que as escolas e estudantes interessados se inscrevam com antecedência para algumas das atrações.

Entre os dias 22 de abril e 1º de maio de 2019, Bauru receberá o IV FELELI – Festival de Leitura e Literatura, com apresentações de espetáculos cênicos adaptados de obras literárias, feira de publicações independentes, espetáculos com narração de histórias, intervenções cênicas, literatura de cordel, sarau, dança e música em intermídia com literatura, espaço para leitura itinerante, percorrendo dez bairros de Bauru em um total de 40 atividades artístico culturais.

O FELELI, em sua 4ª edição, foi contemplado pelo Programa de Ação Cultural (ProAC/SP) da Secretaria de Cultura e Economia Criativa – Governo do Estado de São Paulo, no Edital Festivais de Arte II, com realização da Giralua Companhia de Artes e produção executiva da Arte&Efeito Produções, com apoio da Secretaria Municipal de Cultura – Prefeitura Municipal de Bauru.

Os bairros que irão receber a programação especialmente pensada para cada espaço são: Altos da Cidade, Vila Dutra, Distrito Tibiriçá, Vila Falcão, Vila Cardia, Centro, Jardim Botânico, Núcleo Gasparini/Índia Vanuíre, Jardim da Grama, Jardim América/Estoril. Os espaços ocupados serão o Bosque da Comunidade, praças, auditório da ITE, Sesc, Centro Cultural Municipal, barracão da associação de moradores, ponto de cultura e espaço independente.

Dentro do festival, será realizada a 3ª Feira Interativa de Zines e Afins (FIZ), no dia 27 de abril de 2019, no Centro Cultural “Carlos Fernandes de Paiva”, com uma feira de exposição, troca, venda e consumo de produções gráficas e publicações independentes, tais como zines, livros e livretos, postais, pôsteres (lambe-lambe), gravuras, quadrinhos e toda uma abrangência de impressos literários com as características de pequena tiragem, alto valor artístico e conceito artesanal.

 

Atrações para os estudantes

A programação repleta de atrações que pulsam pela pluralidade de estilos, mídias e intervenções artístico culturais, terá atividades voltadas aos estudantes da cidade. “Serão eventos que foram cuidadosamente pensados e selecionados para oferecer aos jovens uma cultura viva e provocante, que impulsiona um olhar atento e crítico”, conta Val de Castro, da Giralua Companhia de Artes.

Essas atividades demandarão inscrições prévias das escolas. “Embora todas as atrações sejam gratuitas, algumas serão realizadas em espaços com limitação no número de pessoas, que exigirão que as escolas e os estudantes interessados se organizem com as inscrições”, comenta Val, que acrescenta que as vagas poderão ser garantidas com a produção da Giralua Companhia de Artes, pelos telefones (14) 98103-6389 (WhatsApp) e 3204-9804, além do e-mail ciagiralua@gmail.com.

 

Confira o que o FELELI separou especialmente para os jovens:

23/04 – Vila Dutra. No Caminhão Palco – Praça da Igreja São Pedro

19h – SubVersoSlam Bauru e Slam Sorocaba

Nesta ação uma troca cultural e fortalecimento da cena de SLAM em Bauru por meio da integração de dois coletivos que atuam na área, o SubVersoSLAM e o SLAM SOROCABA. Na competição de poesia falada, cinco competidores de cada coletivo disputam entre si apresentando a poesia em performance ou, como é mais conhecido, poetrySLAM.

20h – Du Kiddy Artivista – Show Cabeça de Nêgo (Campinas-SP)

O show “Cabeça de Nego” traz o combate ao racismo anti-negro e à violência, promove o encontro com as religiões de matrizes africanas através de composições originais. O material musical de cada composição está permeado pela vivência e choque com a realidade, sendo decodificado em sambas, forró, jazz, baião, pop. Inspirações singulares firmadas em melodias simples com forte apelo rítmico e muita pressão sonora. Du Kiddy Artivista é violonista, guitarrista, compositor, produtor e artivista paulistano, formado em violão popular pela EMESP Tom Jobim de São Paulo e graduando em música da Unicamp.

26/04 – Sesc Bauru

Encontro com a escritora Lubi Prates das 15h às 17h e das 19h30 às 21h30.

A atividade “Lubi Prates e os outros corpos negros na literatura brasileira”, vai traçar um histórico sobre como a literatura afro-brasileira se construiu, trazendo à tona uma seleção de poetas e poemas, até chegar a sua própria obra.

Lubi Prates é poeta, editora e tradutora. Tem três livros publicados (coração na boca, 2012; triz, 2016; um corpo negro, 2018); sendo o terceiro, contemplado pelo PROAC com bolsa de criação e publicação de poesia. Tem diversas publicações em antologias nacionais e internacionais. É sócia-fundadora e editora da nosotros Editorial e editora da revista literária Parênteses. Dedica-se às ações que combatem a invisibilidade de mulheres e negros. É mestranda em Psicologia do Desenvolvimento Humano, na Universidade de São Paulo.

30/04 – Jardim da Grama. Ponto de Cultura Gente Legal – Grupo Ato – Espaço Casulo. R. São Sebastião S/N Ao lado do 1-96

9h às 17h – Tenda da Leitura – Espaço com 200 livros disponíveis para apreciação no local e mediadores de leitura

10h e 15h Colombina Teatro (Chile-Brasil)

Las Mil Y Una Noches

A valente Scherezade usará suas palavras encantadoras para salvar sua vida e as de outras mil mulheres da vingança do poderoso Sultão. No espetáculo, são apresentados três contos da tradição árabe: “Schacabac, o paralítico”, ”As três maças” e “Quem o fez que se cale!”, somente uma atriz e uma máscara encaram uma reflexão contra a violência. O trabalho gestual e cômico da máscara facilita a compreensão do texto em espanhol.

Las mil e uma, cred. Angel Cristi (1)

19h30 – Clara de Clara (Sorocaba-SP)

Corpo Declara

Corpo Declara é uma dança-performance que busca os encontros e desencontros entre a oralidade e a escrita. Traz da rua, memória. Vem dum corpo, que fala. Como se dá corpo à voz da tradição? A palavra vive no movimento e o corpo em suas memórias. Da boca ao ouvido e do ouvido à boca. O texto e o corpo, um toca o outro. Declara-se um corpo.

clara-de-clara

20h20 – Fabiana Castro – Brasil/Argentina

Manual de Instruções

Um espetáculo que transita da literatura para a dança tomando o livro “Histórias de Cronópios e de Famas” de Julio Cortázar como inspiração. A gestualidade da intérprete segue as instruções do autor de maneira curiosa e divertida.  Para chorar, dar corda no relógio ou apreciar uma obra de arte são necessárias instruções?

fabiana-castro (2)

 

Serviço: IV FELELI – Festival de Leitura e Literatura e 3ª FIZ – Feira Interativa de Zines e Afins

Data: 22/4 a 1/5 de 2019, em dez bairros de Bauru

Informações: (14) 98103-6389 (WhatsApp) /  https://www.facebook.com/GiraluadeArtes/ / https://www.facebook.com/FestivaldeLeituraeLiteratura/ / instagram.com/feleli.bauru

Realização: Giralua Companhia de Artes e Arte&Efeito

Apoio: Prefeitura Municipal de Bauru – Secretaria Municipal da Cultura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com