Um tremendo show

Foto: Erasmo Carlos/Crédito: Guto Costa.

Redator: Luiz Eduardo Calazans.

Pontualmente como todos os shows do SESC a banda de Erasmo Carlos sobe ao palco e faz uma introdução com guitarra e imagens no fundo do palco louvando o amor ao grande amor, de pai, mãe, de amigos, de homem e mulher, de homem por homem de mulher para mulher, de objetos agraciados e angariados com a vida um viva ao amor.

Erasmo Carlos entra no palco e no melhor do rock em roll com uma banda sensacional faz o público delirar com seu clássicos.

O público merece uma nota a parte adolescentes grunges, jovens roqueiros   e senhores e senhoras que viveram a época do programa Jovem Guarda programa de televisão que ia ao ar e fazia sucesso entre o os jovens nos anos de 1965 até o ano 1968 pela TV Record e pela TV Rio apresentados por Roberto Carlos, Wanderleia e Erasmo Carlos o “Tremendão”.

Erasmo canta Marisa Monte e Dadi música que concorre ao Grammy canta de forma simples e moderna um dos grandes momentos do show.

A música une pessoas e unificou todas as tribos do rock no SESC para assistir um show de um roqueiro que nunca abandonou a essência de fazer rock respeitando a diversidade e colocando o amor em primeiro lugar.

Erasmo Carlos fala sobre ser feliz “Tenho 74 anos e acordo cantando sou um homem muito feliz”.

Assim foi o show simples e sofisticado, antigo e moderno na verdade um show do Erasmo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com